RSS
 

Livros gays e literatura homossexual – Indicação e Recomendação

15 out

Recomendação de leitura? Confira a lista de alguns livros gls/homossexuais citados na bibliografia do livro sobre a homossexualidade chamado O Armário (www.oarmario.com) de Fabrício Viana. Viana é escritor, gay e bacharel em psicologia. Antes, assista a um vídeo do MeuPrazerLiterário:

LiteraturaDUARTE JÚNIOR, João Francisco. A política da loucura. Campinas: Editora Papirus, 1983.
Comentário do Autor: Ótimo para entender os processos de fabricação da loucura dentro do ambiente familiar, além da autoridade dos pais sobre seus filhos e o desenvolvimento do “falso eu”.

FADIMAN, James e Robert Frager. Teorias da Personalidade. São Paulo: Editora Harbra, 1979.
Comentário do Autor: Um resumo das principais teorias da psicologia sobre a personalidade humana, processos psíquicos e seus teóricos.

FRY, Peter e Edward MacRae. O que é Homossexualidade? São Paulo: Editora Brasiliense, 1985.
Comentário do Autor: Uma introdução rápida (mas não completa) sobre a homossexualidade. Embora tenha sido escrito em 1985, muitas informações que constam nele ainda são primordiais.

GAARDER, Jostein e Victor Hellern e Henry Notaker. O Livro das Religiões. São Paulo: Cia. das Letras, 2000.
Comentário do Autor: Para quem acha que só existe o cristianismo no mundo, precisa ler – com certeza – este livro.

GOLIN, Célio e Luis Gustavo Weiler. Homossexualidade, cultura e política. Porto Alegre: editora Sulina, 2002.
Comentário do Autor: Ótimo como uma complementação aos estudos sobre a homossexualidade.

ISAY, Richard A. Tornar-se Gay  – O caminho da auto-aceitação. São Paulo: Editora  Edições GLS, 1998.
Comentário do Autor: A narração, exemplo e histórias são excelentes. Apenas a leitura é um pouco complicada para leitores leigos, já que o autor utiliza muitos termos técnicos. Mesmo assim, recomendo!

MOTT, Luiz. Homossexualidade: Mitos e verdade. Salvador Bahia: Editora Grupo Gay da Bahia, 2003.
Comentário do Autor: Luiz Mott é um dos maiores pioneiros na militância e luta pelos nossos direitos. Merecendo nosso profundo respeito e admiração. Neste livro podemos encontrar sua visão de homem e de mundo frente a homossexualidade.

NUNAN, Adriana. Homossexualidade: do preconceito aos padrões de consumo. Rio de Janeiro: Editora Caravansarai, 20003.
Comentário do Autor: Adriana conseguiu reunir, em um único livro, muitainformações a respeito da homossexualidade, focando diversos prismas.

REICH, Wilhelm. A Função do Orgasmo. São Paulo: Editora Brasiliense, 1979.
Comentário do Autor: Apenas um complemento do quanto é importante termos um orgasmo pleno e satisfatório. A leitura é bastante técnica e difícil para leigos.

REICH, Wilhelm. A Revolução Sexual. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1977.
Comentário do Autor: Fala sobre repressão e libertação, também tem leitura difícil. Mas importante para entender a repressão da sexualidade frente ao autoritarismo. Deve-se levar em conta que foi editado em 1977, com outro panorama sócio-cultural. E muitas coisas daquela época, trazemos até os dias atuais.

RICHTER, Horst Eberhard. A família como paciente. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1996. Comentário do Autor: Sobre dinâmicas familiares, já citado no livro. É ótimo para psicólogos e profissionais ligados ao estudo das relações familiares.

SILVEIRA, Nise da. Jung Vida & Obra. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1997.
Comentário do Autor: Cito muito a psicologia analítica, a psicologia de Jung, onde me especializei na faculdade. Para quem deseja conhecer mais, este livro é um dos melhores. Proporcionando uma ótima introdução.

SPENCE, Colin. Homossexualidade uma história. Rio de Janeiro: Editora Record, 1999.
Comentário do Autor: Quando me pedem livros para recomendar, para um estudo mais aprofundado sobre a homossexualidade, este é o terceiro livro que sempre recomendo. Sua leitura é fundamental.

TELES, Maria Luiza Silveira. O que é neurose? São Paulo: Brasiliense, 1990.
Comentário do Autor: Apenas uma introdução sobre os conflitos psíquicos.

TREVISAN, João Silvério. Devassos no Paraíso – A homossexualidade no Brasil, da Colônia à Atualidade. São Paulo:  Editora Record, 1986.
Comentário do Autor: Ainda sobre os livros que eu recomendo, que são fundamentais, este é o segundo cuja leitura é obrigatória. O Trevisan, hoje meu amigo, revelou toda a história (escondida) no Brasil sobre a homossexualidade. O livro é grande, mais de 500 páginas, mas vale – e muito – sua leitura.

TREVISAN, João Silvério. Seis balas num buraco só – A crise do masculino. Rio de Janeiro: Editora Record, 1998.
Comentário do Autor: Dos três livros que sempre recomendo, este fica em primeiro lugar. De todos, é o mais interessante e profundo, onde o Trevisan desvenda todo o funcionamento e mecanismo do machismo, citando exemplos, casos e muita informação. A leitura não é muito fácil para leitores leigos, mas um esforço vale muito a pena. Se tiver em dúvidas sobre qual livro começar a estudar profundamente a homossexualidade, escolha este!

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Tem tempo? Assista a entrevista sobre Literatura LGBT:
.

.
.

Literatura LGBT



Leave a Reply

 

 
  1. Felipe Sales Mariotto

    4 de março de 2014 at 20:11

    https://clubedeautores.com.br/book/160787–A_FESTA

    Livro que escrevi, com temática gay. Vê se gostam. Obrigado.

     
  2. Romario

    4 de novembro de 2013 at 13:06

    TENHO UMA GRANDE HISTÓRIA PARA CONTAR. BALAS, CÉU, AMOR PROIBIDO, ROMANCE TUDO JUNTO MINHA IDÉIAS SÃO FANTÁSTICAS MAIS NIMGUÉM ME AJUDOU AGORA SEMPRE VIAJO EM HISTÓRIAS PROIBIDAS MINHA MENTE PENSA MUITO É ER MUITO BRILHANTE.

     
  3. Julio mesquita

    10 de junho de 2011 at 10:52

    “O advento do sexo com o mesmo sexo,já é fato nas antigas civilizações,antes mesmo das entrigas e difamações.Os Deuses do Olimpo souberam como ninguém o prazer de ser quem somos”
    julio Mesquita:escritor e publicitário
    Site:juliomesquitaescritor.com

     
  4. Biblioteca LGBTT arte de amar

    15 de março de 2011 at 18:47

    Estaremos inaugurando dia 25 deste a primeira biblioteca LGBTT do pais e gostariamos de receber relação de livros com valores e promoções para compra em quantidade

     
  5. LEANDRO

    16 de fevereiro de 2011 at 1:03

    OLA GOSTO MUITO DE LER HISTORIAS SOBRE NÓS HOMOSEXUAIS E GOSTARIA Q VC´S ME MANDASEM TODAS OS TITULOS DE LIVROS GAYS Q VOCES CONHECEREM E DOS AUTORES DESDE JA LHES AGRADEÇO.

     
  6. keyty

    28 de outubro de 2010 at 11:58

    estou escrevendo romance lesbico ja tenho 2 pronto e nao sei para onde manda
    meu orkut tem techo dele keytysantos@hotmail.com
    meu tel 77 9105 1765 e da tim
    e o mesmo e meu e-mail espero que alguem me ajuda

     
  7. Herlon Max

    7 de agosto de 2010 at 13:07

    Teu comentário diz tudo o que signfica que ser gay,acredito nas tuas palavras, elas são fascinante.Sou estudante de Adminstração.

     
  8. julio mesquita

    17 de junho de 2010 at 14:18

    Somos o brilho que faltava na escuridão.
    Julio mesquita,também escritor.Site:juliomesquitaescritor.com

     
  9. Julio mesquita

    29 de abril de 2010 at 13:37

    Parabéns rapaz pela obra.
    sou Julio Mesquita,também escritor,autor do livro” Sou Homem Mas Amo Ele ”

    blog:juliomesquitaescritor.zip.net
    Tel: (021)8749-2354

     
  10. Fernando

    2 de fevereiro de 2010 at 14:27

    Acho que deveria ter um romance Homossexual ai também,como O Terceiro Travesseiro,Apartamento 41 e Etc…

     
  11. Daniela Sandes Silveira

    3 de dezembro de 2009 at 7:13

    Fabrício, eu gostaria que vc me indicasse uma literatura gay mais voltada para a homossexualidade feminina. Grata!

     
  12. Fernando Tadeu Lannes

    2 de maio de 2009 at 1:55

    Isso é um absurdo. Deixar de ser homossexual? Bem na cultura brasileira, latino-americana, predominantemente machista, onde predomina a falta de informação, isso poderia ser até possível, para um País onde até pouco tempo, poucas décadas atrás, a homossexualidade era considerada uma doença. Esse tema é muito complexo, pois envolve hereditariedade, comprovadamente por cientistas europeus, onde a genética é um fator preponderante, não uma escolha, como a maioria das pessoas má-informadas levam a crer. As pessoas não dormem ou acordam hetero, homo ou bi. Afinal não somos robôs, onde temos botões para mudarmos a nossa maneira de ser ao nosso bel prazer. Quanto as Religiões, bem a maioria delas em nada ajudam a esclarecer as pessoas com relação à esse tema, levada pelo preconceito, o que é uma contradição, onde vários religiosos são homossexuais. Profissionais da área da saúde também, profissionais que deveriam contribuir para a auto-estima do paciente, dos familiares e da Sociedade como um todo e fazem o contrário, pois é um absurdo o que ouço através da televisão, pessoalmente, dessas pessoas “ditas” cultas com relação ao homossexualismo. É estarrecedor. Infelizmente, o homossexualismo entrou na contramão da História, onde no princípio era normal, símbolo de status, bonito até, comum, depois veio a Igreja, as ditaduras, a época medieval, a caça as bruxas e chegou neste ponto lastimável de preconceito e agressões de toda a sorte. Finalizando, Ex-Gay: JAMAIS, aceite do que jeito que vc é e seja feliz, vc nasceu assim e vai morrer assim, quer vc queira ou não, quer a Igreja queira ou não, quer os maus profissionais queiram ou não, quer a sociedade hipócrita queira ou não. VIVA E DEIXE AS PESSOAS VIVEREM DO MODO QUE NASCERAM NO CASO EM TELA, FELIZES, PORQUE QUEM DISSE QUE SER HETEROSSEXUAL É MELHOR? SE ASSIM O FOSSE NÃO EXISTIRIAM CASAMENTOS DESFEITOS, BISSEXUAIS QUE DEIXAM SUAS MULHERES EM CASA PARA PROCURAREM PARCEIROS DO MESMO SEXO. GENÉTICA. É genético. Vamos ler mais, adquirir mais cultura para opinarmos com propriedade daquilo que vamos analisar. FELICIDADES PARA TODOS, QUER HOMOSSEXUAIS OU NÃO. A VIDA É CURTA. VAMOS PREOCUPAR COM OUTROS TEMAS TAMBÉM SÉRIOS, TAIS COMO A FOME, O ABANDONO, O ASSASSINATO E ABANDONO DO NOSSO POVO PELOS PSEUDOS “POLÍTICOS” BRASILEIROS. O abandono é tanto que até um “político” homossexual, Clodovil Hernandez, recentemente falecido, nada fez em prol de nós homossexuais, dizendo até que como ia defender os homossexuais se não tinha orgulho de se deitar com outro homem, mas vindo dele que gostava de de “polemizar”, “agredir”, “banalizar” as idéias, não era de se esperar outro coisa, aí vem o Brasil e o coloca como o terceiro, pasmem, terceiro deputado mais votado do Brasil. Eta País nada sério. Outra “política”, Dona Marta Suplicy, que fingiu estar do lado dos homossexuais para usurpar votos e até conseguiu e depois acusou seu adversário de homossexual, etc, etc.etc….VAMOS NOS UNIR. Se bem que brasileiro é unido só no câncer como diz o irônico ditado, aliás,nem no câncer. É UTÓPICO, SIM, PODE SER, MAS NÃO IMPOSSÍVEL. FELICIDADES PARA TODOS.

    Resposta do Fabrício: Por estas e outras é que eu recomendo a leitura do meu livro O Armário – http://www.oarmario.com

     
  13. Tati Berlim

    28 de abril de 2009 at 14:37

    Olá,

    Sou editora de livros e gostaria de conversar com vocês sobre a possibilidade de editar e publicar livros sobre a temática homossexual. Podemos elaborar uma coletânea em conjunto.

    Caso haja interese, favor responder ao email com os contatos e se possível maiores informações sobre o site, usuários, assinantes, livros publicados.

    Grande abraço,

    Tati Berlim
    Usina de Letras
    21 78339534
    21 32683455

    8*63272